Treinamento NR33 - Espaço Confinado

No post de hoje vamos disponibilizar um modelo de treinamento de NR33 de espaço confinado para trabalhadores e vigia.


O que é espaço confinado?


De acordo com as definições da NR-33 e da NBR 16577, espaços confinados são áreas que não foram projetadas para a ocupação humana contínua, apresentam condições limitadas de acesso e saída e cuja ventilação é ruim ou até inexistente. Nesses locais, talvez haja falta ou excesso de oxigênio.


Alguns exemplos de espaços confinados


Há diversas duvidas e dificuldades na hora de definir se certo lugar é espaço confinado ou não. Abaixo alguns exemplos para você entender melhor:

  • tanques;

  • silos;

  • vasos de pressão;

  • fornos;

  • dutos de ventilação;

  • reatores;

  • diques;

  • contêineres;

  • valas;

  • porões.


Quais os riscos de acidentes do trabalho em espaço confinado


O espaço confinado apresenta diversas circunstâncias em que os trabalhadores ficam expostos a riscos, como dificuldades de movimentação, falta de aberturas e ventilação, bem como entrada e saída restrita, acumulo de gases, riscos climaticos dentre diversos outros.

Veja quais são os riscos de atuar nesse meio:

  • riscos físicos — ruído, calor e umidade;

  • riscos químicos — a presença de contaminantes e deficiência de oxigênio, combinados com a baixa ventilação provocam asfixia, intoxicação e até mesmo a morte em casos mais graves;

  • riscos biológicos — ratos, morcegos e insetos têm acesso fácil a espaços confinados e são vetores de doenças contagiosas, o que torna esses locais ambientes propícios para micro-organismos patogênicos;

  • riscos ergonômicos — Como o acesso e a movimentação são limitados, ambientes confinados podem exigir posturas desconfortáveis ou esforços excessivos;

  • riscos mecânicos — Refere-se a trabalho em altura, inundação, impacto de ferramentas e materiais, erosões e desabamentos.


Quais são as responsabilidades da empresa, de acordo com a NR33?


Devido ao grande risco de acesso a estes locais, a empresa precisa tomar diversas providencias antes da liberação de um trabalho em espaços confinados, Como:

  • designar formalmente o empregado que se encarregará do cumprimento da NR-33;

  • identificar, com base na NR-33 e o apoio de um profissional capacitado, as áreas confinadas e os riscos do ambiente;

  • garantir que as empresas terceirizadas tenham ciência dos riscos e capacitem seus empregados;

  • providenciar que os trabalhadores só iniciem as atividades em espaços confinados depois de emitida a PET (Permissão de Entrada e Trabalho);

  • providenciar a interrupção do trabalho e o abandono do local em caso de suspeita de risco grave e iminente;

  • capacitar os empregados e garantir que eles conheçam os procedimentos de trabalho e salvamento em espaço confinado e providenciar que eles se mantenham atualizados em relação a esses conhecimentos.


Quais são as obrigações do empregado?


Não é só a empresa que tem suas obrigações, o empregado tambem tem um papel importante na prevenção dos riscos no espaço confinado, e de acordo com a NR-33, as obrigações, são:

  • cumprir tudo o que a empresa determinou com base na NR-33;

  • comunicar situações de risco ao superior;

  • usar os EPIs corretamente;

  • trabalhar de acordo com as instruções recebidas nos treinamentos.


O que é a PET, para a liberação do trabalho em espaço confinado?


Uma das obrigações da empresa, é liberar a PET antes de qualquer atividade em espaço confinado, mas o que é PET? A Permissão de Entrada e Trabalho (PET) é um documento que apresenta todas as medidas de controle relacionadas com as atividades em espaço confinado, de forma que sejam realizadas de maneira segura. Além disso, o documento também indica os procedimentos de emergência e salvamento nesses locais.


É importante notar que esse documento tem data e hora de validade, de forma que, caso as atividades se estenderem é obrigatório solicitar a emissão de uma nova PET.


Trabalho sozinho em espaço confinado, é permitido?


Não é permitido. A propria NR-33 designa uma equipe com funções especificas para a realização de trabalhos em espaço confinado. Afinal, por conta dos riscos inerentes a essa atividade, é necessário que várias pessoas estejam envolvidas no serviço.


Quais são as funções da equipe necessária para trabalho em espaço confinado?


  • Responsável técnico

É o profissional que está habilitado a identificar os espaços confinados e estruturar medidas técnicas de prevenção.

  • Supervisor de entrada

Esse é responsável pela emissão, implementação, encerramento e cancelamento da PET.

  • Vigia

A responsabilidade desse membro da equipe é monitorar e proteger os trabalhadores autorizados, observando a execução do trabalho e adotando os procedimentos de emergência caso ocorra alguma ocorrência durante a atividade.

Os vigias não podem realizar a nenhuma outra atividade durante esse período, deve dedicar toda atenção necessária ao trabalho que está sendo realizado.

  • Trabalhador autorizado

Deve cumprir os procedimentos e orientações recebidos nos treinamentos a fim de garantir que o trabalho seja realizado com segurança.


EPIs e EPCs para trabalho em espaço confinado


  • capacete com jugular;

  • botas de segurança;

  • óculos de segurança;

  • respirador (para diferentes tipos de riscos);

  • luvas;

  • detectores portáteis de gases;

  • rádios comunicadores;

  • explosímetros;

  • Sistema de Iluminação em conformidade ao risco e classificação de área;

  • extintores de incêndio;

  • ventiladores;

  • equipamentos de resgate.

Treinamentos para espaço confinado


De acordo com a NR 33, trabalhadores autorizados, vigias e supervisores de entrada devem receber treinamento periódico anualmente. A carga horária e o conteúdo programático do curso variam conforme a atuação do empregado.


Como prometido no começo, hoje disponibilizamos um treinamento de espaço confinado gratuito para voce utilizar do jeito que quiser.



BAIXE O TREINAMENTO DE ESPAÇO CONFINADO NR33 EM POWER POINT, LOGO ABAIXO!


TREINAMENTO DE ESPAÇO CONFINADO NR33
.pptx
Download PPTX • 6.58MB