O que é EPI? E como fazer uma gestão de EPI?

No post de hoje veremos o que é EPI e como você pode fazer a gestão e controle de EPI.

Qual o significado da sigla EPI?


Qual o significado da sigla EPI?


EPI é uma sigla para Equipamento de Proteção Individual, que é todo equipamento de proteção utilizado individualmente pelo trabalhador, com a função de protege-lo dos riscos ocupacionais que o ambiente de trabalho possa fornecer a sua saúde.


Qual a NR que fala sobre EPI?


Em nosso país a legislação básica sobre EPI é a Norma Regulamentadora Nº 6 (NR 06).


O órgão responsável por essa regulamentação é o MTE - Ministério do Trabalho e do Emprego, porem outros órgãos auxiliam nas auditorias e na concessão de Certificados de Aprovação e nas especificações técnicas para cada tipo de EPI.


Quais os tipos de EPI?

Os EPI’s se dividem em diversos tipos, variando de acordo com a parte do corpo que irá proteger.

Quais os tipos de EPI?

EPI's recomendados para alguns tipos de riscos ocupacionais

Existem 5 tipos de riscos ocupacionais sendo eles, físico, químico, biológico, mecânicos e ergonómicos, cada um com seus perigos e riscos, sendo que para muito destes perigos e riscos existem EPI's específicos. Abaixo alguns exemplos:

EPI's recomendados

A importância do uso do EPI


De acordo com os dados atualizados do Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho, do Ministério Público do Trabalho (MPT), em 2021 os acidentes e mortes relacionados ao ambiente d trabalho cresceram, em média 30% em comparação com 2020.


Em 2021 foram comunicados 571.786 acidentes, um aumento de cerca de 28% se comparado a 2020, que somou 446.881 comunicados. Já o número de mortes, chegou a 2.487 em 2021, com 30% de aumento frente a 2020, que somou 1.866 óbitos.


Estes dados, comparados com dados de outros países, mostram que no Brasil, os acidentes de trabalho são bem recorrentes, nós mostrando o quão importante é o uso de ferramentas e equipamentos para proteção da saúde do trabalhador.


Na segurança do trabalho existe uma hierarquia de controles de riscos ocupacionais, porem sendo o EPI o mais comum na maioria das empresas de médio e pequeno porte, então seu uso correto, observando a sua atenuação e demais características é de suma importância.


O não uso, ou uso irregular do EPI só amplificam ainda mais as chances de um trabalhador se ferir em algum acidente de trabalho, por isso a importância do fornecimento e da manutenção destes equipamentos.


Como fazer o controle dos EPI's


O controle de EPI pode ser feito de diferentes maneiras, porem um controle bem executado te ajuda a evitar a entrega de EPIs fora da validade de fabricação, EPIs que não atendem a atenuação mínima do risco em que o colaborador estara exposto, entre diversos outros erros que podem ocorrer.


Em empresas com um orçamento maior, este controle pode ser feito com o uso de softwares diversos que se encontra disponível na internet, sendo necessária uma licença paga. Porem para fazer o controle de EPI na construção civil, por exemplo, onde em muitas vezes são obras com contratos de prazo determinado, o bom e velho Excel é excelente, dashboards com datas de validade, quantidades no estoque, gasto etc. te ajuda muito, em nosso blog temos alguns modelos que podem te ajudar a realizar este controle, confira nos links abaixo.



CONFIRA ABAIXO NOSSAS PLANILHAS GRATUITAS DE CONTROLE DE PI